O verdadeiro sentido de Submissão: Sem disfarces.

by - 23:34



Tenho notado, com certo espanto, como o nosso mundo perdeu o sentido da palavra submissão. Se, por um lado, confundem submissão com escravidão, por outro, muitas mulheres conservadoras tem maquiado a submissão. Com o intuito de encaixar o conceito bíblico na mentalidade moderna, dois fatos sobre a submissão tem sido disfarçados:
1) Submissão é OBEDIÊNCIA:
O mais comum no discurso da mulher moderna ao defender a submissão é logo dizer que submissão não é escravidão (correto), mas que é andar lado a lado (errado), que é companheirismo (errado), que é respeito (errado), que é tomar todas as decisões juntos (errado).
Nada disso define o que é submissão, sem dúvidas o casal deve ser companheiro e com toda certeza a Bíblia exige que o casal se respeite, mas ela exige além disso que a mulher esteja submissa ao marido.
Em essência, isso significa: ela vai obedecer e seguir a ele, independente de se a decisão foi tomada com ou sem diálogo e se ela discorda.
Outro discurso comum usado para "acalmar" as mulheres é que o marido vai discutir todas as decisões com a esposa e vão entrar em acordo. Sim, de fato, o bom marido terá essa conduta, mas esse é um discurso incompleto e irreal. Não há como em uma vida de casados marido e mulher entrarem em acordo sobre todas as decisões que devem ser tomadas, e se isso tivesse que ser feito à risca sempre grande tempo da vida seria perdido com discussões, é precisamente por isso que Deus instituiu um líder.
E é isso que as mulheres precisam saber: você tem de obedecer ao seu marido quando não entrarem em um consenso, você tem de confiar no julgamento do seu marido se em determinado assunto ele achar mais proveitoso tomar uma decisão sem consultar sua opinião.
2) Submissão não é um pagamento pelo amor do marido à esposa:
Outro discurso bem comum é, antes mesmo de falar dos deveres da mulher, já deixar claro: "Mas seu marido vai te amar como Cristo amou a Igreja".
Sim, os homens devem amar as suas mulheres como Cristo amou a sua Igreja. Mas isso é um mandamento aos homens, e o mandamento de ser submissa ao marido é um mandamento às mulheres. Cabe a você cumprir a sua parte com amor, não cabe a você medir se seu esposo está fazendo em retorno o que você considera justo. Uma das coisas mais difíceis para a mulher moderna é entender que o que ela fará dentro do casamento, e a esposa que será não deve depender do quão bem o esposo cumpre a parte dele.
Não se iludam, disfarçar a submissão para tranquilizar as mulheres e para fazer mais mulheres se conformarem com o conceito não tem feito nada de bom. Esse discurso em favor de uma "falsa-submissão" tem multiplicado o número de mulheres incapazes de serem submissas com confiança como Sara, que em tudo obedecia a Abraão e não temia mal algum.

You May Also Like

4 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso, Jô!! Entender o verdadeiro sentido da submissão é chave para o sucesso do casamento, mas infelizmente, muitas mulheres se recusam a enxergar a verdade!


    bjs

    Blog Gleise Caires

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Gleise,obrigada pela visita !!!

      Excluir
  3. Tu és como o céu,
    inferno
    um mundo
    que desafia outros mundos,
    paraíso, purgatório,
    a vida e a morte
    na busca de conhecer
    o desconhecido...


    Francis Perot

    ResponderExcluir